Para o Espírito Santo não ha regra

Para muitos que estavam reunidos na presença de Deus, prontos para ouvir a Palavra, Pedro começou a dizer que Deus não fazia acepção de pessoas, e que qualquer um que fosse justo, ou seja, que vivesse pela fé, seria aceito.

Disse também que Jesus Cristo era o Senhor e que foi ungido com o Espírito Santo e Poder para curar e libertar os oprimidos pelo diabo. Que Ele havia morrido e ressuscitado no terceiro dia, e que por meio do Seu Nome
todo aquele que nEle cresse receberia a remissão de pecados.

Foi falando essas coisas que o Espírito Santo foi derramado sobre todos que ouviam a Palavra. Eles não haviam sido batizados nas águas ainda. Mas foram batizados no Espírito Santo, o que prova que eles não apenas ouviram, mas também aceitaram de maneira sincera e verdadeira a Palavra de Deus.

A obediência à Palavra vem depois da aceitação dela. Eu aceito e obedeço; se não obedeço, é porque não aceitei.

Quantas pessoas já se batizaram nas águas várias vezes, e ainda assim não foram batizadas com o Espírito Santo?

O batismo nas águas sem a aceitação da Palavra de Deus não é válido. O Espírito Santo não necessita de uma regra para ser derramado, necessita sim de uma entrega total e completa da vida no Altar, através da obediência.

Nós estamos vivendo o Jejum de Daniel, momento propício para estarmos mais sensíveis à Palavra de Deus, não só para ouvi-la, mas também para obedecer a ela.

Uma vez você se entregando 100% a Ele, na mesma proporção e na mesma intensidade Ele Se entregará 100% a você através do Seu Espírito.

Ainda Pedro falava estas coisas quando caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a Palavra. […] Então, perguntou Pedro: Porventura, pode alguém recusar a água, para que não sejam batizados estes que, assim como nós, receberam o Espírito Santo? E ordenou que fossem batizados em Nome de Jesus Cristo. Atos 10.44;46-48

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *