O Altar é para todos

Quase todos conhecemos a história de Jacó, a grande angústia que ele viveu ao sair da sua casa ameaçado e perseguido pelo seu irmão o qual, ao se sentir ultrajado, o queria matar. Ele saiu com a roupa do corpo, com uma mão na frente e outra atrás, levando consigo apenas um pouco de óleo. No caminho, em Betel, pegou uma pedra e usou como travesseiro. Teve um sonho e, ao despertar, levantou um Altar para Deus e derramou o óleo na pedra fazendo uma promessa: se Deus o abençoasse, fazendo-o voltar em paz para a sua casa e não lhe deixasse faltar nada, ele daria o dízimo de tudo.

Mas o interessante é que depois de Jacó estar abençoado e próspero, de Deus ter cumprido as promessas feitas no Altar na vida dele e de ter se reconciliado com o seu irmão sem ter lhe faltado nada, Deus aparece para ele novamente e o lembra sobre o Altar.

Deus o manda voltar para Betel e levantar um Altar novamente para que possa lembrar que foi no Altar que Deus lhe deu o livramento no dia da sua angústia.

Nesse momento Jacó não estava mais desesperado e necessitado como antes. Ele era rico e já havia superado aquela fase difícil, mas Deus o lembra de onde saiu, da angústia, e de que foi no Altar que um dia o problema dele foi resolvido.

Às vezes a pessoa já não levanta mais um Altar para Deus porque acha que não está mais precisando, que já não necessita tanto, que já está abençoada. Mas Deus fez questão de fazer Jacó voltar a Betel e levantar um Altar, que um dia ele fez quando estava em angústia.

E disse Jacó: Levantemo-nos e subamos a Betel. Farei ali farei um Altar ao Deus que me respondeu no dia da minha angústia e me acompanhou no caminho por onde andei. Gênesis 35.3

Não podemos nos esquecer nunca do Altar, ainda que estejamos bem. Foi ali que Deus nos livrou da angústia.

Deus quer a pessoa no Altar independentemente da situação que ela esteja vivendo.

O Altar é para todos.

O angustiado encontrará livramento e quem está bem se lembrará do que Deus lhe fez.

O Altar livra da angústia e faz a pessoa permanecer na fé.
Colaborou: Pastor Marcelo da Silva

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *