Glória de Deus e dos homens

Quando Deus criou os anjos e o ser humano, Ele os fez com um único propósito: Ser glorificado.

No meio celestial, Lúcifer, por ter sido privilegiado com uma certa posição de destaque entre os demais anjos, em algum momento passou a invejar a Glória do Altíssimo. Deu-se início à sua queda.

Ao ser lançado na Terra, começou a incitar o ser humano a olhar para o seu próprio ego e deixar de dar ao Criador o que Lhe era devido e exclusivo. Daí nasceu o pecado. O orgulho e a vaidade se instalaram dentro do coração do homem.

Chefes, governadores, reis, imperadores e mais títulos foram criados. Guerras foram travadas. Tudo isso para satisfazer este anseio por glória. Não satisfeitos, exércitos eram mobilizados para ampliar conquistas e territórios para que mais pessoas soubessem que tal líder era o maior e melhor, o que sempre resultava na ruína deles.

Quando o Senhor Jesus esteve neste mundo, o diabo tentou seduzi-lO com a proposta de dar a Ele toda a glória dos reinos sob a condição de que Se prostrasse a ele.

Levou-O ainda o diabo a um monte muito alto, mostrou-Lhe todos os reinos do mundo e a glória deles e Lhe disse: Tudo isto Te darei se, prostrado, me adorares. Mateus 4.7-9

Em busca de glória terrena, reconhecimento, fama, status, cargos, títulos etc., muitos aceitam essa proposta de se prostrar diante do diabo e se entregam à mentira, engano, corrupção, bajulação, traição e todo tipo de artimanhas malignas, inspiradas pelo próprio diabo, para poderem ter alguns momentos de autoglória, usurpando o que, por essência, pertence a Deus.

Mas longe esteja de mim gloriar- me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu, para o mundo.Gálatas 6.14

Que nas conquistas pessoais, num simples elogio ou até mesmo na falta destes, lembre-se de que a Glória existe e foi criada somente para ser direcionada a Deus. Que a oração diária seja feita neste propósito:

Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o Teu Nome; venha o Teu Reino; faça-se a Tua Vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia dá-nos hoje; e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores; e não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal pois Teu é o Reino, o Poder e a Glória para sempre. Mateus 6.9-13

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *