Estátua de Sal

Ló, sua mulher e suas duas filhas foram alertados para fugirem depressa de Sodoma. O anjo de Deus lhes advertiu para não olharem para trás.

Ló e suas filhas obedeceram, mas a mulher de Ló não.

Movida pela curiosidade e falta de temor à Palavra do anjo de Deus, olhou para trás.

Sua desobediência custou-lhe a vida: tornou-se uma estátua de sal.

Por que ela insistiu em desobedecer à Palavra do Senhor? Porque não cria em punição. Achava que por ser mulher de Ló, sobrinho do amigo de Deus, e mãe de suas flhas nada iria lhe acontecer.

A bem da verdade, esta é a situação da maioria dos crentes evangélicos que creem no amor de Deus, na Sua compaixão, misericórdia e consideração, mas não acreditam na Sua Justiça.

Pensam que o Senhor irá atenuar o rigor da Sua Palavra com respeito à sua desobediência. A mulher de Ló também pensava assim.

Os rebeldes se esquecem que a desobediência é uma clara demonstração da falta de fé na Palavra.

Por conta disso, são verdadeiras estátuas de sal dentro e fora das igrejas.

Como sem fé é impossível agradar a Deus, como eles pensam que vão herdar o Reino dos Céus?

Abraão era amigo de Deus não porque construía altares e sacrificava. Mas porque Lhe obedecia.

     Pela fé, Abraão, quando chamado, obedeceu… Hebreus 11.8

Jesus nos remete a lembrar da mulher de Ló não apenas para nos alertar a não olhar para trás, mas, além disso, para não confiarmos em “pistolões” para entrarmos nos Céus; que o bom relacionamento de um ente querido com Deus não vai influenciá-lO para nos livrar da morte se insistirmos na desobediência.

Os amigos do mundo desobedecem a Deus para satisfazerem ao mundo;

Os inimigos do mundo se rebelam contra ele para obedecerem ao Eterno.

Por isso, “naquela noite da vinda do Filho do Homem um será tomado e o outro deixado”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *